Mutirão de vacinação em Salvador inclui pessoas a partir de 50 anos neste sábado

A estratégia de vacinação contra a Covid-19 em Salvador alcança a população com faixa etária a partir de 50 anos neste sábado (12). A prefeitura, através da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), vai realizar um mutirão, das 8h às 12h, para imunizar cidadãos nascidos até 12 de junho de 1970. À tarde, das 13h às 16h, poderão ser vacinadas as pessoas que nasceram até 12 de janeiro de 1971. 

De acordo com a SMS, estará suspensa, amanhã, a vacinação de todas as demais categorias. Quem tem a segunda dose marcada para sábado e domingo, no entanto, poderá se dirigir a um dos pontos definidos especificamente para esta aplicação. A estratégia será divulgada ainda hoje.

Com a chegada de 90 mil doses da vacina da Janssen em Salvador, a partir da segunda-feira (14), o processo de imunização para prevenção da Covid-19 na cidade avançará para novos públicos. Durante a inauguração de mais uma unidade da Casa Soma, espaço de recolhimento de resíduos recicláveis, em Stella Mares, nesta sexta-feira (11), o prefeito Bruno Reis anunciou que a remessa permitirá alcançar cerca de 6 mil pessoas que estão em situação de rua. As aplicações restantes serão utilizadas para dar continuidade à vacinação por idade.

“Iniciada a vacinação da população de rua, a expectativa é concluir todo o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação (PNO) até a quarta-feira (16). Iremos chegar ao final do mês com mais de 50% do público-alvo, acima de 18 anos, com a primeira dose aplicada no braço”, afirmou o prefeito, acrescentando que Salvador cumpriu todas as determinações do Ministério da Saúde, da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) e de medidas judiciais.

Balanço

O chefe do Executivo municipal também traçou um balanço da imunização na capital baiana e da atual situação epidemiológica. Ontem (10) a cidade bateu recorde de 22 mil cidadãos vacinados em único dia, nos diversos pontos fixos e drive-thrus montados para a estratégia. 

“Fechamos com 43% da população-alvo vacinada. Mais de 880 mil pessoas já receberam a primeira dose. Muitos falam de uma possível terceira onda em julho, o que me traz muita preocupação. Mas confio que o processo de vacinação possa impedir isso”, destacou Bruno Reis.

Ele lembrou ainda que, a partir da próxima semana, a campanha de imunização contra o coronavírus terá à disposição mais 250 vacinadores que serão contratados pela Prefeitura para reforçar as equipes de saúde. Além destes, outros 50 profissionais serão integrados à estratégia por meio do convênio com a Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb).

Cenário

A capital baiana amanheceu com 83% de ocupação de leitos de UTI, índice considerado estável. Nas UPAs, apenas 11 pacientes estavam aguardando transferência para vagas de terapia intensiva (nove adultos e dois pediátricos).

“É um número que nossa estrutura de saúde tem condições de fazer a regulação em menos de 24h. A prioridade da nossa gestão sempre foi salvar vidas. Chegamos até aqui sem que ocorresse um colapso e esperamos passar por essa guerra sem que isso ocorra”, frisou Bruno Reis.

Para conter o avanço da pandemia, a Prefeitura vai prorrogar por mais sete dias, ou seja, a partir de terça (15) até dia 21, todas as medidas restritivas e de proteção à vida que estão em vigor em Salvador. “Diante do acúmulo de eventos este mês (Corpus Christi, Dia dos Namorados, São João), além do Dois de Julho, precisamos manter as coisas como estão”, comunicou o prefeito.

Fonte: BN/ Foto: Jefferson Peixoto/Secom-PMS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Catu Acontece - A Sua Revista Eletronica
2017 - 2019