Em alusão ao Setembro Amarelo, entidades catuenses realizaram palestras sobre o tema

Com o crescimento de casos de suicídio a cada ano, ainda é preciso quebrar as barreiras para falar sobre o assunto, por isso entidades catuenses abriram portas para abordar a temática com a comunidade

Escutar é entender o que está sendo captado pela audição, mas além disso, compreender e processar a informação internamente. Por esse motivo, e com a intenção de fomentar a reflexão sobre o Setembro Amarelo, o Stúdio Saúde e Movimento, e um evento realizado no plenário da Câmara de Vereadores de Catu, abordaram o tema suicídio, tirando as dúvidas do público presente através de renomeados palestrantes.

Segundo o OPAS- Organização Pan- Americana de Saúde, A cada ano, cerca de 800 mil pessoas tiram a própria vida e um número ainda maior de indivíduos tentam suicídio. Cada um dos casos representam uma tragédia que afeta famílias, comunidades e países inteiros, e tem efeitos famosos e duradouros sobre as pessoas deixadas para trás.

Logo no início da manhã de quarta-feira (25 ), o Stúdio Saúde e Movimento, entrou em ação com uma palestra que abordou o tema : Prevenção ao suicídio e valorização a vida. O evento teve como palestrante, a Psicóloga Social do CRAS- Santa Rita, Aline Rodrigues(26), e se iniciou as 6h, trazendo reflexão e dicas sobre a temática proposta, que foi novamente abordada no período da noite, às 18h40min.

“Este fenômeno chamado suicídio vem tirando a vida de muitos brasileiros sendo considerado pela OMS, a segunda maior causa de morte atingindo o público juvenil com faixa etária de 15 a 29 anos. Falar sobre esta temática é uma forma de prevenção, quando são realizadas ações preventivas casos de suicídio podem ser evitados”. Pontuou a Psicóloga Aline Rodrigues.

Para Renan Nunes, proprietário do Stúdio Saúde e Movimento: “O evento foi realizado para culminar atividade física com a saúde mental da pessoas. Sem autoestima elevada e coração livre, não alcançaremos nossos objetivos, pois tudo em nosso corpo começa na mente. Temos que abranger não só alunos do próprio Stúdio, mas a população em geral, tendo em vista que o evento foi aberto ao público.”Pontuou.

Ainda na tarde do dia 25, o Plenário da Câmara de vereadores, também abriu portas para abordar sobre questão, desta vez com o tema: Prevenção ao suicídio entre jovens.

Durante a ocasião, se fizeram presentes vereadores, pastores e psicólogos, na menção de apoiar a causa e levar a mesma ao conhecimento da comunidade Catuense.

O Pastor Efraim Soares (36), natural de Feira de Santana(BA), palestrante da ocasião, destacou: “ o mais importante para prevenção ao suicídio é fortalecer e incentivar na menção de valorizar a vida. O nosso maior patrimônio é a vida, pois a mesma é um dom de Deus, e devemos valorizá-la”.

A vereadora Pró Dilza, propositora do evento, relatou percepções que antes não haviam sido feitas sobre a abordagem, e que a palestra realizada fez com que a mesma se atentasse a importância e detalhes da causa: “ a importância de que nós como seres humanos possamos crescer, ler, e buscar desenvolvimento mental , faz com que tenhamos percepções diferentes para ajudar pessoas que possuem problemas e em muitas ocasiões não demonstram”, relatou a vereadora.

Fechando a campanha do Setembro Amarelo em Catu, será realizado um evento na próxima segunda-feira (30), a partir das 7h30min, que marcará a culminância da campanha Setembro Amarelo.

O “Encontro Marcado: vamos falar de suicídio?”, levará ao centro do município uma série de programações, que ocorrerão simultaneamente.

Fiquem ligados e participe:

– Marco Zero: abertura com a secretária de saúde municipal Laína Lôbo, oficina de arteterapia e fisioterapia com profissionais do CEAM.
– Casa Paroquial: yoga com a professora Marion Bonfim.
– Coreto: rodas de conversa sobre combate e prevenção ao suicídio.
– Biblioteca Municipal: curta metragem sobre o tema.

Para mais informações, você pode procurar o CAPS- Centro de Atendimento Psicosocial, Unidades Básicas de Saúde, e também pode entrar em contato o CVV através do número 188 (ligação gratuita).

Você pode entrar em contato com o CAPS através do telefone e endereço abaixo;

Tv. Rodolfo Góes, Casa 12 – Pioneiro
Telefone (71) 3641-5121

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Catu Acontece - A Sua Revista Eletronica
2017 - 2019