Cresce o número de ortopedistas no Brasil

Dados da última Relação Anual de Informações Sociais 2015 (Rais) mostram um acréscimo no número de especialistas nos últimos três anos, que saltou de 3.320 profissionais em 2013 para 3.477 em 2015

 

A coluna doeu, sofreu uma luxação, algo incomodou nos ossos, corre para o ortopedista. No Brasil, existem 3.477 profissionais atuando na área com carteira assinada, de acordo com a última Relação Anual de Informações Sociais 2015 (Rais), número que vem crescendo. Em 2013, eram 3.320 especialistas, o que representa um salto de 4,73% se comparado a 2015.

Porém, dados do Conselho Federal de Medicina (2015) revelam que 13.147 títulos de médicos ortopedistas foram emitidos no Brasil neste ano, sendo a oitava especialidade com mais profissionais no país. Isso demonstra que a grande maioria dos médicos ortopedistas é autônoma, trabalha por conta própria ou em cooperativas.

 

Além de serem poucos os especialistas registrados, eles são jovens, 66,6% têm menos de 50 anos. Deste total, 38,1% (1.324) estão entre 30 a 39 anos; e 28,3% (992), 40 a 49 anos. Outro dado mostrado pela Rais 2015 é a alta concentração desses profissionais na região Sudeste, 59,16% (2.057), sendo 876 em São Paulo; 658 no Rio de Janeiro; 484 em Minas Gerais; e 39 no Espírito Santo. Saindo do Sudeste, somente o Distrito Federal conta com 316 especialistas e Pernambuco com 211, uma quantidade expressiva desses profissionais.

Foto(Sérgio Lima/Poder 360).

Além da alta concentração em determinados estados da federação, a ortopedia não é uma área muito atraente para as mulheres formadas em medicina, segundo o Conselho Federal de Medicina, porque exige força física. Do total de 3.477, apenas 244 escolheram a especialidade para trabalhar.

O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, parabeniza os ortopedistas e destaca a importância dos profissionais. “Graças aos investimentos na educação superior foi possível abrir novas vagas em universidades públicas e particulares do curso de medicina. Esse investimento foi revertido em um expressivo e importante acréscimo de médicos no país. E o aumento de especialistas em ortopedia e traumatologia nos ajuda a reduzir a carência por esses profissionais no país. Contudo, ainda temos espaço para crescer e melhorar a distribuição dos nossos ortopedistas pelas regiões ainda carentes desses especialistas”, ponderou o ministro.

A  ortopedia é a especialidade médica que cuida das doenças e deformidades relacionadas aos elementos do aparelho locomotor como osos, músculos, ligamentos e articulações . A traumatologia é a especialidade médica que lida com o trauma do aparelho músculo-esquelético. No Brasil, as especialidades são unificadas, recebendo o nome de “Ortopedia e Traumatologia” .A área de fisioterapia ortopédica, é responsável pelos cuidados da avaliação e tratamento das disfunções envolvendo o sistema musculoesquelético.

Seja criança, adulto ou idoso, em alguma fase da vida é provável que o ortopedista ou um fisioterapeuta seja procurado, já que responsável pela desenvoltura ortomotora do corpo humano. Por isso em comemoração ao dia do ortopedista, segue a indicação de profissionais de renome na área, atuantes no Hospital Agnus Dei:

Ortopedistas:

Dr. Marco Baqueiro

Drª.Roberta Virgínia

Dr.Marcelo Durval

Dr Yuri Di Vinícius

Dr Ivo Kitaoka

Drª Ana Cláudia Sandes ( Fisioterapeuta)

Parabéns aos ortopedistas pelo seu dia!

 

 

 

 

 

Fonte: Ministério do Trabalho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Catu Acontece - A Sua Revista Eletronica
2017 - 2019