TARDE DE LUXO NO LAR MÃE CORINA

As idosas do Lar Mãe Corina vivenciaram uma tarde repleta de beleza e carinho proporcionada pela proprietária da Esmalteria La Bella

 

A tarde de ontem ficou cheia de ternura e beleza no Lar Mãe Corina. A La Bella Esmalteria proporcionou uma tarde de luxo para as idosas da casa.Todas que quiseram, tiveram a oportunidade de desfrutar de um  Spa dos pés e fazer as unhas com direito a decoração especial no dedo anular.

 

A madrinha da Campanha Natal Acontece Isabela Araújo, acompanhou tudo de perto, convenceu cada idosa pessoalmente à aproveitar a tarde para se embelezar e ainda deu muito carinho para cada uma das senhorinhas.

Isis Pessoa, proprietária da Esmalteria La Bella destacou o porque da decisão de proporcionar a tarde a cada uma das senhoras do lar: “ tenho um carinho muito grande  pelo lar. Na minha infância  sempre visitei o local com minha avó. 

 

 

 

 

 

Foi muito bom poder proporcionar para as senhoras um dia diferente que pôde elevar a autoestima delas. Que outras pessoas tenham iniciativas  como estas e possam tornar o natal de cada uma delas mais especial, assim como fez também Liane Medeiros, que deu um bolo confeitado para fechar a ação, além de lindo muito gostoso.”

A Campanha Natal Acontece foi idealizada por Isabela em parceria com o site Catu Acontece. Há ainda à espera pela participação dos catuenses, para que ela seja plena e realmente assista as idosas com que elas mais necessitam. As doações de fraldas geriátricas e alimentos não perecíveis podem ser feitas no mercado JP e Bom de Preço, também nas Farmácias Simões, até o dia 21.As entregas serão dia 22(quinta-feira), no horário das 14h.

O Lar Mãe Corina tem cerca de 30 anos, segundo Espedito, “ o terreno pertencia a Corina Ribeiro,  tia de minha mãe Dete, dona Maria Bernadete Carvalho de Oliveira. Acometida de uma doença, dona Corina faleceu, mas deixou explícito o desejo de doar o terreno, para que ali fosse construída a casa de apoio aos idosos.

A família Ribeiro resolveu concretizar o desejo de Corina em vida, doou o terreno para Igreja Sant’Ana de Catu que construiu o espaço com ajuda de catuenses.

Sobre o lar Espedito diz: “São muitas as dificuldades em ter alguém assumindo a coordenação do projeto, além do padre na época. Minha mãe chegou a ser vice-presidente seis vezes.”

“Eu gostaria que todos tivessem o sentimento de Corina, porque chegar a velhice é privilégio de poucos, mas a casa  depende dos mais jovens para se manter funcionando. Porque um dia desses ,  pode ser qualquer um de nós a estar ali, dependendo da bondade alheia.”

Atualmente Georgina Alves dos Santos Santana é a vice-presidente e o Padre João Andrade de Lima, o presidente. Segundo Georgina “são cerca de 20 pessoas envolvidas no trabalho do lar, a maioria são voluntários, sendo cinco funcionários pagos pela Prefeitura Municipal.” 

“A manutenção é feita através do cartão das próprias idosas,cumprindo a cota de 70%, segundo a lei, sendo disponibilizado 30% para uso pessoal a cargo delas. Além de alguns sócios que tem um carnê de contribuição mensal, pagos na própria casa. Há também a ajuda da secretaria social  que repassa uma verba do estado.”

E fez questão de destacar: “ o lar precisa da ajuda de todos para continuar a sua missão, de acolher e dar toda assistência e amor aos idosos.”



Fotos: Magno Vinícius 

Donaire Verçosa

Dir. Jornalismo do Site Catu Acontece. Graduada e de família Catuense! Prezo pelo jornalismo imparcial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Catu Acontece - A Sua Revista Eletronica
2017 - 2019