Santa Casa de Misericórdia envia nota sobre denúncia de demissão coletiva de médicos

A Santa Casa de Misericórdia da Bahia, juntamente com os profissionais que são geridos pela Santa Casa de misericórdia, enviaram nota de esclarecimento, explicando e esclarecendo a denúncia, sobre pedido de demissão coletiva, que teria sido feito por cerca de 13 médicos do Hospital Municipal de Catu (HMC).

Segundo a denúncia feita por uma legisladora da cidade de Catu-Ba, o motivo da solicitação das demissões em massa, seria falta de equipamentos sufientes de EPI’S e abuso da jornada trabalhista dos médicos.

O vídeo feito pela legisladora viralizou na noite dessa quarta-feira(03), e deixou a população em pânico, devido a atual situação do crescimento de casos da covid-19 no município catuense. Como inclusive foi divulgado no boletim atual dessa data de 04 de junho de 2020.

Em seu facebook pessoal, a legisladora que está em seu segundo mandato, e pertence atualmente a bancada da oposição a gestão municipal, trouxe prints da fonte que denunciou a questão, e também questionou os valores recebidos pela gestão para o enfrentamento da pandemia, porém não detalhou os recebimentos, que estão disponíveis para todo e qualquer cidadão no portal da transferência ter em acesso.

Veja os prins das postagens da vereadora de Catu que fez a denúncia:

Em nota a Santa Casa respondeu da seguinte forma:

Salvador, 4 de junho de 2020

Posicionamento

Tomamos ciência da circulação em redes sociais de mensagem de origem desconhecida, informando do desligamento/rescisão contratual coletiva dos médicos do Hospital Municipal de Catu. Esclarecemos que a Santa Casa da Bahia não recebeu nenhum pedido de desligamento/distrato.

Informamos que, em virtude da pandemia e necessidade de suspensão de atendimentos eletivos, as cirurgias eletivas foram suspensas. Com isto, a unidade registrou queda expressiva no número de atendimentos. A média de 130 atendimentos/dia na emergência passou para 50. A média de 20 pacientes internados/dia caiu para 5. Mesmo com a diminuição do atendimento, o quadro de profissionais da unidade foi mantido.

Aproveitamos para informar que estamos envidando todos os esforços possíveis para o atendimento qualificado e seguro da população de acordo com os protocolos estabelecidos pelo Ministério da Saúde, preservando sempre os profissionais envolvidos no enfrentamento desta pandemia. 

De forma organizada, foram ampliadas as ações de qualidade e segurança tanto para os pacientes quanto para os profissionais que prestam diariamente atendimento de baixa e média complexidade nesta unidade pública. Seguindo os protocolos estabelecidos pelas autoridades de saúde, o hospital implantou fluxo exclusivo para pacientes com síndromes gripais e disponibiliza rigorosamente os Equipamentos Individuais de Proteção (EPIs) necessários para o combate da Covid-19.

Atenciosamente,

Gerência de Comunicação da Santa Casa da Bahia

Já a Prefeitura Municipal de Catu se posicionou da seguinte forma:

Nota de Esclarecimento

A Covid-19, que só no Brasil já matou 32 mil pessoas até esta quarta-feira (03) e agora começa a lotar hospitais, está longe de ser a única inimiga a ser combatida nesta guerra sanitária que assola o nosso planeta. Em situações de desequilíbrio social um vírus igualmente danoso costuma encontrar espaço para se propagar: são as notícias difundidas, de forma irresponsável para despertar pânico e confusão na população.

Em Catu essa realidade não tem sido diferente a mais recente desinformação, mascarada de informação útil e relevante chegou à noite desta quarta (03), com relato de uma representante do legislativo e grupo de opositores da cidade, que em de suas redes sociais divulgaram o pedido de demissão de 13 médicos na cidade de Catu e que o município recebeu o valor de cinco milhões para combate ao Covid-19 e reforçou que estamos envidando todos os esforços possíveis para o atendimento qualificado e seguro da população de acordo com os protocolos estabelecidos pelo Ministério da Saúde, preservando sempre os profissionais envolvidos no enfrentamento desta pandemia. 

Durante o dia de hoje, a Secretaria de Saúde, do município entrou em contato com a gestão da Santa Casa, que enviou nota ao município esclarecendo que até o momento não houve solicitação de demissão de nenhum profissional do Hospital Municipal de Catu, assim como da Central de Atendimento Covid-19, reforçando que têm realizado todas as ações possíveis para o atendimento qualificado e seguro da população de acordo com os protocolos estabelecidos pelo Ministério da Saúde, preservando sempre os profissionais envolvidos no enfrentamento desta pandemia e que de forma organizada, foram ampliadas as ações de qualidade e segurança tanto para os pacientes quanto para os profissionais que prestam diariamente atendimento de baixa e média complexidade nesta unidade pública.

A secretária de saúde Laína Passos, lamentou o episódio: “A disseminação de notícias como essas, sem nenhuma apuração da veracidade dos fatos, atrapalha todo o incansável trabalho de conscientização e suporte de atendimento feito por autoridades e servidores da saúde há mais de dois meses, trazendo inseguranças para a nossa população.”.

A Prefeitura Municipal de Catu esclarece ainda, que a informação divulgada pela Vereadora Clara Sena, sobre o possível recebimento de verba de cinco milhões para combate ao Covid-19 e das demissões dos médicos, mostra um profundo desconhecimento da mesma em relação a situação do município e uma evidente tentativa de provocar pânico ou tumulto, diante da pandemia e a emergência de saúde pública que estamos vivendo.

O Catu Acontece segue acompanhando a repercussão do caso, e destaca que se mantêm isento, trazendo ponto a ponto todas as abordagens plausíveis, e questionamentos de ambos os lados, tanto da gestão como da vereadora Clara Sena, que anteriormente no primeiro mandato do Prefeito Geranilson Requião, pertencia ao grupo do gestor, porém atualmente faz parte do grupo da oposição a administração.

Para saber mais sobre a Santa Casa de Misericórdia , segue o link abaixo:

https://www.santacasaba.org.br/a-instituicao/sobre-a-santa-casa/index.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Catu Acontece - A Sua Revista Eletronica
2017 - 2019