Jorge Andrade sinaliza pré-candidatura à Câmara de Catu

Jornalista político  e apresentador de um dos programas mais ouvidos da região, Jorge Andrade sinalizou em seu programa na Ouro Negro FM, das 7h às 8h, que estuda a possibilidade de ser candidato a uma das cadeiras do legislativo catuense

O Jornalista Jorge Andrade, 50,  examina proposta para se candidatar em 2020 a uma cadeira na  câmara catuense, e é algo que está examinando, e acredita que é preciso renovar o legislativo catuense, e oferecer ao eleitor oportunidade de ter parlamentares compromissados com as demandas das comunidades e com o progresso do município, pelo menos é o que faz questão de destacar em seus discursos.

Sobre a filiação partidária, o jornalista respondeu que, “ainda está em gestação. Mas, o compromisso de buscar um mandato que seja de fato voltado para as necessidades populares e com vasta produção legislativa. A atuação junto ao executivo em busca de soluções para os problemas que afligem a cidade, principalmente aos moradores das regiões mais periféricas, também é um objetivo primordial ”

Filho de família humilde, negro, utiliza a profissão para dar voz aos que não possuem direito de expressar seus pensamentos sobre as mais diversas questões sociais. Pessoas que, assim como eu, viveram as durezas da falta de infraestrutura, ausência de acesso à saúde e educação.  São pessoas como eu sou. Pessoas que dependem do serviço público e, em diversas ocasiões, deixam de ter seus direitos reconhecidos.

“Nasci e me criei em um bairro humilde. Periperi dos anos 60 era dividido em duas partes: os bem empregados na Rede Ferroviária e os proletários que, assim como minha mãe, prestavam serviço aos mais abastados. Sou filho de uma lavadeira e de um auxiliar de almoxarifado. Pessoas humildes que nunca deixaram de me indicar o caminho correto a seguir. Aprendi em minha casa que é preciso auxiliar aos seus, buscar espaço para conquistar oportunidades. É dessa experiência que nasceu o desejo de abrir mais espaços para defender as pessoas precisam ter vez e voz. Pessoas que precisam ter seus interesses e direitos defendidos diuturnamente.” Pontuou o jornalista.

Ressaltou ainda, “resolvi avaliar o desafio de ser pré-candidato a uma cadeira na Câmara Municipal de Catu. Ser vereador nunca esteve entre as minhas prioridades. Sempre avaliei que na posição de jornalista, poderia influenciar favoravelmente em prol dos que mais precisam. Hoje vejo que apenas isso não é suficiente. É preciso ter, além de voz, a capacidade de influenciar positivamente nas decisões políticas e assim, garantir que nossa voz vá mais além”.

Ainda sem partido, Jorge Andrade destaca ter uma forte convicção de que disporá de energia, preparo e disposição para ajudar a todos que desejem ter suas demandas ouvidas e encaminhadas. “Não vejo sentido me declarar oposição ou situação – nem por isso estou em cima do muro – quero estar ao lado do que é melhor para o povo e contra o que não o favorece. Não vejo sentido em ser candidato a uma cadeira na casa legislativa, se esta não pertencer verdadeiramente ao eleitor que até ali pode me conduzir”, discorreu.

Para finalizar Jorge pontuou: “logo, mesmo que ainda esteja analisando uma possibilidade, desejo deixar claro que minha intenção é ser uma voz em favor dos que precisam, uma porta aberta para demandas sociais dos que necessitam, em um mandato que será, independente de oposição ou situação, sempre a favor do cidadão. Sei que esse não é o perfil normal de um pré-candidato. Mas, se for para ser igual ao que o sistema nos dita, prefiro não concorrer. Meu desejo é fazer diferente. É influenciar positivamente, construir novas alternativas que nos conduzam a maior igualdade social em nosso município.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Catu Acontece - A Sua Revista Eletronica
2017 - 2019