Catuense arranca aplausos e emociona a plateia do Programa Raul Gil

O Catuense Iago Ferreira, emocionou a plateia do programa Raul Gil apresentado no SBT, através da interpretação de Calum Scott – Dancing On My Own durante o quadro “artista misterioso,” que arrancou todas as estrelas do júri presente.

Iago Ferreira de Santana, popularmente conhecido como Iago Cozzali , referido nome artístico, residiu em Catu durante um longo período de vida no Bairro Planalto, juntamente com seus pais.

Durante sua infância, Iago estudou nas escolas municipais Francisco Xavier e Porta de Papel, mas devido a mudança de emprego de seu pai no ano de 2004, se mudou para Sergipe levando consigo toda a família.

Filho de Gilvan, que atualmente atua como Torrista, e da dona de casa Carmelita, é de uma família com seu irmão Isaías, e alimenta desde criança o sonho de cantar que consome sua alma e coração, onde durante sua infância, o mesmo realizava apresentações em igrejas, e conforme o avanço de sua idade, a meta de construir uma carreira na música foi intensificada.

“ A música é uma parte muito importante da minha vida. Se estou triste canto, se estou feliz aí eu canto mais ainda. Eu não cheguei a tentar viver da minha arte em Catu, pois era novo, mas acredito que deva ser muito difícil para os artistas locais, conseguirem oportunidades de mostrar sua arte. De maneira geral, viver da sua própria arte é algo uma muito difícil, para o músico viver em uma cidade com poucas oportunidades, as coisas pioram ainda mais”. Relatou Iago.

Apresentação no palco do programa Raul Gil

Durante a apresentação realizada no programa Raul Gil, que é reconhecido por descobrir vários talentos nacionais, o jovem mesmo com uma acentuada rouquidão, desafiou-se a emoção de jure e plateia, transbordou para telespectadores que estavam assistindo a apresentação do catuense, e nada foi um fator que limitasse ou tirasse o brilho e beleza de sua apresentação.

O Catuense Iago Ferreira,abrilhantou a tarde de apresentações do programa Raul Gil apresentado no canal SBT, através da interpretação de Calum Scott – Dancing On My Own durante o último sábado (9) que arrancou todas as estrelas do júri presente.

“O que seria a melhor experiência da minha vida acabou se tornando a mais tensa também. Dois dias antes da minha apresentação no programa, eu fiquei resfriado e rouco. No dia anterior à gravação eu estava com a voz tão debilitada que era difícil até falar, onde fiquei triste e chorei bastante. Cheguei no SBT de manhã para a gravação do programa, e quando conversei com o preparador vocal, o mesmo sugeriu que eu fosse ao ambulatório da emissora pra ver se me davam medicação.Tomei injeção, antialérgico e fiz inalação por um tempo.”

Iago relatou ainda que “na hora de aquecer a voz ela ainda estava muito rouca. Fiquei desesperado, pensei em desistir de subir naquele palco mil vezes. Eu era o único candidato doente. Mas Deus me deu forças e eu resolvi ir ao palco. Até hoje eu não sei como conseguir cantar a música na hora. Confesso que não cantei como queria ter cantado, tive que mudar alguns arranjos, por saber que minha rouquidão não me deixaria fazer os agudos que estou habituado, mas ter conseguido todas as estrelas do júri foi incrível. Depois de tudo que passei, aquele choro foi de alívio”, relatou o cantor Catuense.

Atualmente, Iago é estudante de Psicologia na UFS- Universidade Federal de Sergipe juntamente com seu irmão Isaías, aluno do curso de artes Cênicas. O músico Catuense que reside em Aracaju-SE com seus pais, toca em estabelecimentos durante os finais de semana. Na música, o mesmo relata a perseverança e força de vontade para que seus objetivos sejam alcançados e sonha alto, mas decidiu guardar seus projetos futuros e entregá-los a Deus para que tudo possa ser conduzido por Ele.

Para mais informações, você pode entrar em contato com Iago, através dos endereços abaixo:

Instagram: @Iagocozzali

Facebook: Iago Cozzali

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Catu Acontece - A Sua Revista Eletronica
2017 - 2019