Saúde

Vacinas bivalentes contra a Covid-19 começam a ser distribuídas na Bahia

Distribuição começou nesta quinta-feira (23), segundo a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab).

Cerca de 1,2 milhão de doses de vacinas bivalentes contra a Covid-19 começaram a ser distribuídas nesta quinta-feira (23) nos municípios baianos, segundo informações da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab). As primeiras remessas do imunizante chegaram à Bahia antes do carnaval.

Os imunizantes bivalentes foram elaborados para oferecer uma proteção extra contra a ômicron e suas subvariantes.

Em uma primeira fase, a vacina será destinada ao público de 70 anos ou mais e também para o público de 12 anos ou mais que estão nos grupos de pessoas vivendo em instituições de longa permanência e seus trabalhadores, pessoas imunocomprometidas, indígenas, ribeirinhos e quilombolas.

A coordenadora do Programa Estadual de Imunização, Vânia Rebouças, explicou que embora as vacinas tenham começado a chegar antes do período do carnaval, a distribuição foi iniciada nesta quinta-feira porque a imunização com este tipo de vacina irá começar no dia 27 de fevereiro, conforme acordado na Comissão Intergestores Tripartite.

“Depois de retirada dos ultra freezers, as vacinas têm um tempo reduzido de validade, então optamos por fazer a distribuição mais próximo do início de sua utilização”, afirmou Vânia Rebouças por meio de nota divulgada pela Sesab.

Entenda o que são as vacinas bivalentes contra a Covid

💉 O que são as vacinas bivalentes? Os imunizantes foram elaborados para oferecer uma proteção extra contra a ômicron e suas subvariantes.

  • Desde o início da pandemia, o coronavírus vem sofrendo mutações (o que é normal).
  • Atualmente, a variante que domina o mundo é a ômicron, que é bem diferente do vírus original.
  • As primeiras vacinas usadas no combate à pandemia, também chamadas de “monovalentes”, fornecem menos proteção frente à variante dominante.
  • Ainda assim, as vacinas monovalentes continuam sendo eficazes contra casos graves, óbitos e hospitalizações.

💉 Para quem as vacinas bivalentes são indicadas? A Anvisa aprovou o imunizante para a população a partir de 12 anos de idade.

  • Elas são indicadas como dose de reforço e devem ser aplicadas a partir de três meses após a série primária de vacina ou reforço anterior.
  • Receberá o reforço com a bivalente quem já tiver concluído o esquema vacinal de duas doses com a vacina monovalente.

💉 As vacinas bivalentes já estão disponíveis no Brasil? Sim e farão parte do plano de vacinação de 2023 divulgado pelo Ministério da Saúde.

  • O imunizante bivalente da Pfizer começará a ser usado no Brasil a partir de 27 de fevereiro.
  • O Ministério da Saúde informou que grupos mais expostos ao risco da doença, como idosos e profissionais de saúde, serão os primeiros a serem vacinados.
  • Vale lembrar que as vacinas bivalentes da Pfizer têm a tampa de cor cinza, enquanto a monovalente tem a tampa roxa. As orientações foram divulgadas pelo G1.
Redação

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com