TODO DIA É DO PUBLICITÁRIO

A profissão essencial no mundo dos negócios que movimenta o comércio e dita padrões e tendências em todo o planeta

Hoje é o dia do profissional que, muitas vezes, a maioria das pessoas não entende o que ele realmente faz. Sim, é o Dia do Publicitário. No Brasil, a data foi criada em referência ao Decreto de Lei nº 57.690, de 1º de fevereiro de 1966, que por sua vez regulamenta o Decreto de Lei nº 4.680, de 18 de junho de 1965, que regulamenta o exercício da profissão de publicitário e de agenciador de propaganda no país.

Publicitários são àqueles que têm hora pra chegar, mas muitas vezes não tem hora para sair, seu horário de almoço parece um intervalo comercial de tão curto que é, e suas horas de sono contadas depois de encarar as jornadas nas madrugadas em frente ao computador.

Sem falar das horas extras, de como este profissional é explorado pelos seus amigos e familiares. Se tiver um publicitário no círculo, este é o salvador da pátria, vai está sempre envolvido em todos os projetos e afins. Com aquelas dicas dos “entendidos” de como deve ser feito. Já dizia o ditado“de publicitário e louco todo mundo tem um pouco”. Por isso, você tem que ter toda a paciência, com aquele grande detalhe que não vai ver a cor do dinheiro, apenas o elogio com aquele “você arrasa”! Essas são algumas das peripécias da profissão, que é o que faz tudo ficar ainda mais divertido.

Brincadeiras a parte, para os amantes da profissão, ser publicitário é o máximo! Você se depara cada dia com o novo. Os desafios são constantes e fazem você se superar em busca daquela ideia ou estratégia perfeita. Os olhos brilham quando você consegue aprovar uma peça, e vê o cliente satisfeito com o seu trabalho.

Mas, e aí? Muitos ainda se perguntam: O que faz um publicitário? De antemão posso adiantar que por trás dos brainstorms e briefings tem muitas coisas!

O publicitário cria, realiza e divulga campanhas e peças publicitárias, procurando a melhor forma de apresentar um produto ou serviço ao consumidor e promover sua venda. Ele atua na elaboração de estratégias e inovações na área de comunicação, visando a obter melhoramentos na relação de empresas e instituições com a sociedade. Para isso, pesquisa o perfil do público-alvo, levantando dados como idade, condição socioeconômica, escolaridade, costumes e hábitos de consumo. Faz a arte de embalagens e de identidade corporativa. Escolhe a abordagem e os meios de comunicação mais adequados à campanha: outdoors, anúncios de jornais e revistas, comerciais de rádio, TV e banners em sites da internet. Cria os textos e as imagens e acompanha sua produção. 

Depois da campanha, faz novas pesquisas para avaliar o impacto da propaganda sobre o consumidor.

O campo de atuação também é bastante abrangente. O profissional de publicidade e propaganda ele pode atuar como autônomo, prestando consultorias ou fazer parte de uma equipe em vários tipos de agências de comunicação. Além disto, o publicitário também encontra oportunidades de emprego dentro de empresas privadas, em setores como o de vendas, comunicação e marketing. Também pode assessorar atletas, artistas e políticos. O setor público também emprega este profissional e uma das atividades desta área em que mais percebemos sua presença é a criação de campanhas governamentais. O mercado de publicidade e propaganda está estável para o bacharel. Mas há perspectivas de crescimento para o especialista em marketing na área de mídias digitais e móveis.

Ser publicitário não é fácil, já que ainda tem muitas pessoas que não entendem, desacreditam e deixam de investir em propaganda. Mas o mercado está aí aberto para novos profissionais que possam mudar essa realidade. Como em toda profissão, se destaca quem sai na frente e tem diferencial. Portanto, vamos quebrar os paradigmas!

Encantado (a) com a profissão? Há muitos cursos de bacharelado em todo o país. A teoria e a prática estão intimamente ligadas. 

A graduação é focada em propaganda, ambiente promocional, moda, esporte, cultura, varejo e internet. Disciplinas como fotografia, redação publicitária e computação gráfica fornecem as técnicas de criação. O aluno também é treinado nas diversas linguagens da propaganda – política, comercial e institucional. Matérias das áreas de administração e economia complementam a grade. É importante, por exemplo, saber como montar uma planilha de custos. As universidades costumam exigir um trabalho de conclusão. Na maioria delas, o curso de Publicidade é uma habilitação do bacharelado em Comunicação Social, com duração média de quatro anos.

A partir daí seguir os estudos, afinal, não se pode parar! O publicitário deve se profissionalizar e pensar sempre fora da caixinha. Precisamos entender de mundo, pessoas, contextos, culturas, relações sociais. De tudo um pouco. Essa necessidade se agrava muito mais na contemporaneidade, onde a informação é ampla, mas a atenção é escassa; onde os consumidores estão cada vez mais atentos, críticos, questionadores e independentes. E para conseguir dialogar com esse novo consumidor, obviamente, o publicitário também deve evoluir e acompanhar as transformações de sua época.

Vou ficando por aqui, a pauta está lotada, tem muitos jobs na fila e o deadline está em cima. Aos meus colegas, um FELIZ DIA DO PUBLICITÁRIO!

Foto: Samuel e Riso Fotografia / Maquiagem: Lidiane Gomes Isis Pessoa de Carvalho Bacharel em Comunicação Social / Publicidade e Propaganda Pós – Graduação: MBA – Marketing Executivo www.isispessoa.com.br falecoma@isispessoa.com.br www.facebook.com/ @isispessoa.ip linkedin.com.br/isispessoa

Donaire Verçosa

Dir. Jornalismo do Site Catu Acontece. Graduada e de família Catuense! Prezo pelo jornalismo imparcial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Catu Acontece - A Sua Revista Eletronica
2017 - 2019