Notícia

O que se sabe sobre o incêndio que atingiu fábrica da Cacau Show em Linhares

Fundador da Cacau Show, visitou a fábrica após o íncêndio e disse está com o “coração tranquilo” por nenhum funcionário ter se ferido e afirmou que a meta, agora, é reconstruir.

Trabalhadores da Cacau Show e moradores de Linhares, no Norte do Espírito Santo, foram surpreendidos com o incêndio de grandes proporções que atingiu a fábrica da empresa na manhã de terça-feira (7). O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 4h40 e às 18h as chamas ainda eram combatidas pelos militares.

Foram acionadas equipes de Aracruz, São Mateus e outras unidades para a ocorrência, tendo ainda apoio de caminhões-pipa da Prefeitura de Linhares e de empresas com brigada de incêndio. Segundo a corporação, o fogo atingiu a parte de produção.
DESESPERO DE FUNCIONÁRIOS | Imagens registradas dentro da fábrica da Cacau Show mostram o desespero de funcionários quando as chamas se alastraram no setor de produção na madrugada desta terça-feira (7). Nas gravações é possível ouvir uma pessoa dizer: “O fogo está vindo para cá. Meu Deus! Corre”. Veja imagens no link a seguir:

Devido ao incêndio, as vias laterais da BR 101, na altura do bairro Canivete, em direção a Sooretama, precisaram ser interditadas na manhã desta terça-feira. Segundo a Eco101, o tráfego de veículos foi desviado totalmente para a pista central.

Ainda durante a manhã, o presidente da Cacau Show, Alexandre Tadeu da Costa, publicou um vídeo se posicionando sobre o assunto e reforçando que nenhum funcionário foi ferido pelo fogo. “Não conseguimos dizer, mas é de grande impacto”, disse.

O prefeito de Linhares, Bruno Marianelli, classificou o incêndio como um “triste incidente”. Nas redes sociais, o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, valorizou o fato de nenhum óbito ter sido causado pela ocorrência.  

A fábrica atingida tinha dois anos e recebeu investimento total de R$ 600 milhões nesse período. Ao todo, cerca de 500 funcionários trabalham na unidade. A instalação de Linhares é a segunda fábrica da Cacau Show no Brasil.

Para coordenar e gerenciar as ações de resposta de forma integrada, o Corpo de Bombeiros Militar instalou um Sistema de Comando em Operações (SCO) no pátio da empresa, onde os militares estão montando estratégias de combate às chamas.

Em entrevista para o Gazeta Meio Dia, da TV Gazeta, o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Alexandre Cerqueira, informou que no fim da manhã desta terça-feira o fogo já estava controlado, com poucas chamas e fumaça. “Nós temos ainda focos de incêndio, dentro da faixa, ele está controlado, está confinado, ele não está mais comprometendo (toda a área)”, disse.

Ainda de acordo com o coronel Alexandre Cerqueira, aproximadamente 90 funcionários da fábrica de chocolates estavam no local na hora do incêndio. De acordo com o último boletim divulgado às 18h desta terça-feira pela assessoria do Corpo de Bombeiros Militar, até o momento, 47 militares atuaram diretamente do combate ao incêndio. As chamas seguiram em fase de combate, visto a existência de muito material inflamável no local. Com isso, o incêndio já durou mais de 12 horas. 

Segundo a coluna divulgada por Abdo Filho no início da noite desta terça-feira, apesar do incêndio, grande parte das linhas de produção de biscoitos e de massa para chocolate foram preservadas. Para o coronel Alexandre Cerqueira, será necessário esperar o resfriamento do ambiente interno da fábrica para que uma perícia possa ser iniciada. O prazo será de 20 dias, podendo ser prorrogado. (Fonte: A gazeta)

Alê Costa, fundador da Cacau Show, visitou a fábrica da empresa que fica em Linhares, Norte do Espírito Santo, para acompanhar de perto os trabalhos dos bombeiros, após o incêndio que atingiu o local nesta terça-feira (7). O empresário diz que está com o “coração tranquilo” por nenhum funcionário ter se ferido e afirmou que a meta, agora, é reconstruir. As informações são do g1

Redação

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com