Forró com Política

O tradicional forró de Cícero Reis no dia primeiro de julho, contou com a presença de populares e de um grupo de  políticos que aproveitaram a festa para articulação 

O mês de junho teve forró em todos os cantos da cidade catuense, e pelo visto o mês de julho os forrozeiros de plantão não vão deixar a sanfona parar. O tradicional forró da fazenda de Cícero Reis, ex-vice-prefeito de Catu,  que aconteceu no dia 01 de julho, na localidade da Baixa da Areia,  já acontece há alguns anos, levou populares e políticos  marcarem presença  nesse arraiá,  e ao que tudo indica, a articulação política embalou a festa, mais que o forró.

 

 

Entre os presentes, o vice-prefeito de Camaçari José Eudoro Reis Tude (PMDB), o deputado federal Paulo Azi (Democratas), o empresário catuense Cézar Ribeiro, o ex-vereador Carlos Luiz de Araújo Alves, mais conhecido como ‘Nego’, e o articulador do grupo Eduardo Olodum.

Durante o forró que teve churrasco à vontade para todos os presentes, que conversavam pela festa  com empolgação, e o ‘burburinho’ era político. Ao que parece, a oposição já se organiza para eleições tanto desse ano como as de 2020, já que Paulo Azi é candidato a reeleição, e Tude é pré-candidato estadual. O que não se sabe ainda, é quem vai puxar a chapa da oposição catuense para prefeito, já que muitos almejam o posto.

 

 

Nessa mesma movimentação, está também a ex-prefeita de Catu, Gilcina Carvalho, que já administrou a cidade durante oito anos( 2004 à 2012), durante os festejos juninos esteve  na zona rural e distritos da cidade, como Sítio Novo, e ainda apareceu no forró do Arraiá virado nos 150, na Aruanha. Em vídeo que viralizou pelas redes sociais, dançou com populares, e foi recebida em várias residências catuenses durante seu ‘tour’ municipal, com abraços e festa.

 

 Ainda segundo fonte não oficial, Gilcina seria uma opção para oposição nas eleições para o legislativo catuense, junto com outros nomes como Cézar Ribeiro, Doutor Rafael Leal, ambos pertencem ao mesmo grupo, André Marques, atual vice-prefeito, Marcelo do sindicato, presidente da Câmara de Vereadores, ambos do grupo do atual gestor da cidade.

Vale ressaltar que a política já começou em todos os cantos do país, onde tem aglomeração e motivo de festa, também é local de política. Dessa vez o ritmo que embalou as conversas foi forró, os próximos o fundo musical pode ser outro, mas o assunto que ferve em ano político, é normalmente o mesmo nas rodas sociais catuenses; política  e pretensos nomes aos cargos disputados.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Catu Acontece - A Sua Revista Eletronica
2017 - 2019