Fonte Duvidosa: Pesquisa eleitoral em Cardeal da Silva levanta suspeitas

Ano eleitoral chegou e quanto mais próximo da campanha, mais os problemas aparecem.
Após a publicação de uma pesquisa aplicada pela empresa Séculus, na cidade de Eunápolis, em setembro, setores da política se articularam para contestar a divulgação dos dados. A então divulgação foi feita pelo site bahianoticias da capital baiana. Mas, a situação não parou por aí. O mesmo aconteceu na cidade de Cardeal da Silva, divisa com a cidade de Entre Rios.
Os colegiados políticos denunciaram dados inconsistentes na pesquisa divulgada pela Séculus implantando percentuais incorretos para confundir o eleitorado e “ganhar dinheiro sujo”.
Segundo eles, a empresa, que seria contratada pela Mariane Mercuri, está envolvida em diversas irregularidades e fraudes.

Não é de agora que a empresa Seculus tem problemas com a justiça eleitoral. A política em Cardeal da Silva lembra um velho sistema de coronelismo. O marido da atual prefeita, Hermano Oliveira, é secretário de infraestrutura e também foi secretário de infraestrutura da gestão do ex-prefeito, Jr Argolo. Cardinalenses afirmam que o secretário é quem “Dá as ordens na cidade”, e denunciam que o medo toma conta do município As pessoas temem falar com medo de morrer. Segundo fontes locais, uma pesquisa feita pela Séculus foi suspensa pelo TSE por fraude, considerando que as várias irregularidades cometidas na coleta e divulgação dos dados comprometeram a credibilidade dos resultados, e que a inconsistência metodológica da pesquisa levou a justiça decretar suspenção imediata.
Como se trata de uma pesquisa, sem o devido registro no TSE, as dúvidas sobre os números divulgados continuam crescendo e colocando em dúvida a credibilidade da empresa Séculus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Catu Acontece - A Sua Revista Eletronica
2017 - 2019