Fernandinho fecha com público recorde a Semana da Cultura Evangélica de Pojuca

Adoração, fé, conversão e púbico recorde fechando o evento, marcaram a 11ª Semana da Cultura Evangélica de Pojuca, na Praça ACM, desde o primeiro dia da celebração

Pastor Fernandinho com a sua banda no Palco da Semana Evangélica de Pojuca

Uma edição diferente dos anos anteriores, com público assíduo desde do primeiro dia da festa gospel, 11 de fevereiro, a Semana da Cultura Evangélica de Pojuca-Ba teve um público fiel, que marcou presença na Praça ACM para celebrar, que foi da linha pentecostal até o evangelho pós-moderno, representado  por algumas denominações e jovens. A realização é da Prefeitura Municipal da cidade e COMEP- Conselho de Ministros Evangélicos de Pojuca, com a Produção da Serquip, jpa com cadeira cativa todos os anos.

Parte da Equipe Serquip Produções

A surpresa desse ano ficou mesmo conta por conta da grade de programação, que além das bandas locais e de cidades circunvizinhas, a abertura da festa teve artista de renome nacional da música, a cantora carioca Midian Lima, dona de sucessos que embalam cultos e grandes celebrações cristãs como, ‘Não Pare’ e ‘Jó’, envolveu o público com muita adoração e garantiu frequência  pelos dias consecutivos do evento que faz parte do calendário oficial de Pojuca.

Presidente da COMEP- Pastor Joel Santiago e sua esposa Edjane

A novidade desse ano segundo o presidente da COMEP, pastor Joel Santiago e sua esposa Edjane, responsáveis pela organização, as mudanças nessa edição foram feitas a partir de uma estratégia de Deus. “ Esse ano foram 9 bandas, envolvemos músicos de outra cidades, como Camaçari e Lauro de Freitas, ampliando o alcance do projeto, além de colocar desde o primeiro dia da celebração uma atração nacional, a Midian Lima, lotando assim a praça logo no primeiro dia do evento, e que fez o público adorar em coro cantando as suas músicas interpretadas por ela. O saldo foi com certeza foi muito positivo, principalmente pelas quase 30 vidas alcançadas pela mensagem de Cristo nesse evento”. Destacou.

Secretário da Cultura, Esporte e lazer Eduardo Abreu está ao lado de sua esposa e filha bem na ponta, e também da primeira-dama do município de Pojuca que veste verde.

Pojuca conta com eventos que apoiam todas as vertentes religiosas, para os católicos a festa do Padroeiro da cidade, além de apoiar diversas vertentes culturais na cidade. E não poderia ser diferente com a comunidade evangélica, é o que afirma o secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Eduardo Abreu, mais conhecido como Dudu: “a valorização dos artistas locais, além da ampliação de uma interação com músicos da região circunvizinha teremos um crescimento cultural ainda maior”. Ressaltou.

Secretário Eduardo Abreu

Ainda em entrevista o secretário Dudu, como é conhecido, ressaltou que a cada : “se observamos, de 2018 para 2020, houve um crescimento por conta da aceitação das igrejas, hoje temos mais pastores participando do nosso evento; desde terça- feira começou a programação e esse ano além de darmos oportunidades para os grupos de Pojuca, trouxemos também da região, fortalecendo assim o engajamento das cidades circunvizinhas no evento e da música cristã pojucana”. Ressaltou Eduardo.

Pastor Fernandinho

O encerramento da semana evangélica foi um espetáculo de adoração e contrição, ministrado pelo pastor Fernandinho. Que já esteve no evento em 2015 e voltou agora para reger a última noite, e trouxe sucessos da carreira como ‘nada além do sangue’ e ‘yeshua’, entre outros louvores como ‘lindo, lindo’, que fizeram parte da sua playlist, levando o público a se emocionar em muitos momentos da sua ministração. Segundo Fernandinho, “o objetivo a ser alcançado era mesmo ver as pessoas adorando com liberdade e verdade de coração. Além de almas serem alcançadas para Cristo. Destacou o músico e também pastor.

A Revista Eletrônica Catu Acontece também perguntou sobre o carnaval, pois  presença de blocos evangélicos na festa é cada vez maior em diversas cidades do Brasil;  para o pastor, o importante é ter consciência daquilo que se faz, buscar a direção de Deus e do Espirito Santo em tudo que se for fazer. No mais destacou: “ prefiro não me colocar no papel de julgar, acho que cada um precisa ter seu livre arbítrio respeitado, e a sua consciência cristã direcionar suas atitudes, pois a bíblia está aí para instruir-nos em tudo que formos fazer. E como a palavra de Deus diz, …que a paz de Cristo seja o árbitro em nossos corações”. Destacou Fernandinho, que atraiu público recorde para a Praça ACM nesse último sábado, 15 de fevereiro, encerramento da celebração.

Donaire Verçosa

Dir. Jornalismo do Site Catu Acontece. Graduada e de família Catuense! Prezo pelo jornalismo imparcial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Catu Acontece - A Sua Revista Eletronica
2017 - 2019