Feira de Empreendedorismo empolga alunos do Colégio Ágappe

Para fomentar a capacidade de empreender nos estudantes, preparando-os para um mercado cada vez mais competitivo e empreendedor, o colégio Ágappe realizou na última sexta-feira(27) a feira de empreendedorismo

Realizada no clube ACEC, a feira ajuda despertar nos alunos a vontade de criar o próprio negócio, além de já prepará-los para enfrentar o mercado de trabalho, que está cada vez mais competitivo, onde principalmente os jovens precisam de criatividade e pioneirismo para abrir um espaço onde possam mostrar seus talentos, criatividade e pioneirismo.

Foi justamente a inovação dos alunos que foi o marco da feira de empreendedorismo realizada pelo Colégio Ágappe, na última sexta-feira,  dia 27. Países da América do Sul e regiões brasileiras, foram retratados através da ornamentação dos estandes montados e nas comidas típicas que eles mesmo produziram para vender ao púbico, pais e funcionários da escola.

Os alunos foram incentivados a produzir os pratos e produtos típicos da região que estavam representando e o projeto acabou sendo responsável pela descoberta de talentos na área de empreendedorismo, como é o caso de Marília de Jesus, 9º ano, que sempre gostou de cozinhar e encontrou nisso uma área profissional para seguir: “Minha mãe sempre trabalhou com doces, fazendo bolo, e eu acabei pegando esse dom dela. Desde nova, gosto de cozinhar e o meu foco é trabalhar com doces. Então tive a ideia de fazer bolo de potes para vender. Quando tive meu primeiro lucro, fiquei encantada e é isso que eu gosto de fazer, me faz bem”, conta a aluna.

Além das comidas típicas, um aluno se destacou ao escolher produtos deferentes para vender na feira. Gabriel Braga, 6º ano, optou pela venda de hortaliças sem agrotóxicos e explica o motivo de sua escolha, “são produtos que não agridem o meio ambiente. Ano passado, desde a primeira feira, comecei a gostar de vendas e esse ano tive a ideia de vender produtos orgânicos.”

A feira, no Colégio Ágappe surgiu em 2016 e a coordenadora da escola, Ana Carla Mota, explica sobre o objetivo central do evento, “somos a escola pioneira a trabalhar com essa disciplina de ética e empreendedorismo. Nosso objetivo é trazer para nossos alunos as exigências do mercado, a visão empreendedora e fazendo eles mesmos criarem a maneira como eles irão vencer. Essa disciplina também traz a questão ética de como ascender no mercado globalizado”.

O professor da disciplina norteadora do projeto, Jean Carlos, falou sobre sua alegria ao ver os alunos empenhados em produzir a feira. “Estou emocionado em perceber que todo nosso esforço do cotidiano vale a pena, porque a gente vê esse retorno maravilhoso de alunos engajados, desenvolvendo as habilidades e capacidades que eles têm. Isso é a melhor recompensa que podemos ter”, conta.

Esse é o segundo ano da feira de empreendedorismo do Colégio Ágappe, que, além de contar com a venda dos produtos, também teve diversas  apresentações dos alunos. Cada turma apresentou uma dança típica do estado representado e arrancou aplausos do público, que encheu o clube ACEC para prestigiar o evento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Catu Acontece - A Sua Revista Eletronica
2017 - 2019