Ernesto Araújo pede demissão do cargo de ministro das Relações Exteriores

Informação foi repassada pelo próprio chanceler a seus subordinados.

O ministro das Relações Exteriores do governo Bolsonaro, Ernesto Araújo, pediu demissão do cargo nesta segunda-feira (29). Segundo noticiou o jornal O GLOBO, a informação foi repassada pelo próprio chanceler a seus subordinados.

Chanceler estava com o cargo ameaçado, inclusive, a coluna de Lauro Jardim, do próprio O Globo, informou que o presidente ainda não escolheu o nome do substituto de Araújo. No entanto, aparecem nas bolsas de apostas, o almirante Flavio Rocha, chefe da Secom, que é tido como “improvável, mas não impossível” por um assessor próximo de Bolsonaro.

A situação de Ernesto se tornou insustentável ao ponto de nem mesmo deputados bolsonaristas saíram em defesa dele. 

Nos últimos dias, o então ministro vinha sendo pressionado pelo Congresso. Na semana passada, o presidente da Câmara, Artur Lira, e do Senado, Rodrigo Pacheco, pressionaram o presidente Jair Bolsonaro a demitir o chanceler. Lira chegou a dizer que Araújo perdeu a “capacidade de dialogar com países”.

Bahia.Ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Catu Acontece - A Sua Revista Eletronica
2017 - 2019