ENCONTRO PEDAGÓGICO TRAZ INOVAÇÕES PARA ANO LETIVO

Com revitalização de prédios escolares e aulas diferenciadas, o encontro pedagógico 2018 reuniu coordenadores e professores em um café da manhã para compreender o que a educação municipal ofertará aos estudantes de Catu

Professores, orientadores e coordenadores promoveram na manhã desta quinta-feira, mais um Encontro Pedagógico com um café da manhã, no Clube Cepe, no bairro da Aruanha, para tratar de como 2018 será realizado na rede de educação do município. O ano letivo no município tem início nessa sexta-feira (02 de fevereiro).

Com o tema “A educação tecendo uma feliz cidade”, foi destacado a importância do professor na sala de aula, e como o desenvolvimento de projetos educacionais extracurriculares diferenciados torna o aluno mais capacitado. A ideia é conscientizar os alunos para atender a necessidade de preservação de monumentos e promover maior integração com atividades culturais.

 

 

A secretária de educação e cultura de Catu, Ana Teixeira, lembrou que a parceria dos profissionais com a gestão trará melhores desempenhos, “nossa expectativa é positiva pelo auxílio que fornecemos para atender aos educadores como, formação continuada, acompanhamento pedagógico, programas de reforço. Esse ano, vamos trabalhar com dança, além dos já existentes e a novidade que é a implementação da primeira escola de tempo integral na reinauguração do Colégio Jescelino Nogueira”. Destaca.

 

Para a coordenadora pedagógica Margareth Araújo, que atua há 23 anos na rede de educação do munícipio, os avanços significativos serão melhores e trará oportunidades aos estudantes, “o planejamento é trabalharmos com os 150 anos de Catu. Essa confraternização é um momento simbólico ao qual daremos início ao ano letivo nessa sexta-feira(02) e a partir dos projetos estruturantes como, dança, música, literatura conquistaremos o aluno para a sala de aula com diversão”. Pontua.

 

A educação não é um desafio fácil de ser preservado no país. Porém a professora de língua portuguesa da escola Ana Bittencourt, Gisele Mota (31), destacou que conhecer o aluno é essencial para transformar esse quadro defeituoso, “é fundamental conhecer o estilo de cada aluno. O segredo é a preparação dos educadores e a escola como um corpo deve atender a essas necessidades. Esse evento mostra que a união e o apoio são outras ferramentas importantes na construção do cidadão de amanhã”. Enfatiza.

 

 

Durante a manhã, vencedores de projetos da Escola Viva de 2017 passaram pelo palco e relembraram os sucessos que os consagraram campeões. Na mesa diretora, estiveram além da secretária de educação, o prefeito Geranilson Requião, a assistente social e vereadora Denize Barbosa e a presidente do Sindicato dos professores em Catu, Célia Oliva, onde enfatizaram a importância do professor e o compromisso da cidade em atender todas as necessidades para um maior aproveitamento.

O prefeito Geranilson garantiu que a educação é um ponto alto na cidade, pois os investimentos estão tendo resultados positivos com maior engajamento por parte dos estudantes, “nosso compromisso em investir está respondendo as expectativas mesmo com as reduções feitas pelo Ministério da Educação com os repasses. Nossa cidade está dando conta pelas condições de trabalhos aos profissionais e qualidade de aprendizagem aos alunos”. Finaliza.

 

 

 

 

Reportagem: João Vitor Araújo

Edição de texto: Donaire Verçosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Catu Acontece - A Sua Revista Eletronica
2017 - 2019