Desafio Blue Belt é marcado por clima familiar entre os presentes

O sábado(09) no ginásio de esportes do Clube Cepe-Catu foi marcado pela presença de amigos e familiares que fizeram parte do público que foi apoiar os atletas da faixa azul

 

Trinta e quatro atletas, adeptos do Jiu Jitsu, fizeram 17 lutas  na noite do último sábado(09), no ginásio de esportes do Clube Cepe, em Catu-Ba.

 

 

O desafio teve um ambiente familiar desde a plateia presente e dentro do tatame. Evandro Júnior, atleta que lutou representando  Catu-Ba, pelo CT PássaroX, emocionou a plateia ao entrar com sua filha e seu filho recém-nascido, antes da luta ao qual foi campeão.

Após o evento Evandro ressaltou para equipe do Catu Acontece, o motivo de ter entrado com seus filhos. “ Minha intenção é mostrar para as pessoas que artes marciais nada tem haver com violência e que eu sou uma pessoa que trabalho, sou um pai de família, evangélico e pratico a arte suave como um outro esporte qualquer. Nós praticantes do Jiu Jitsu somos pessoas normais que prezamos pela família e amigos”, contou.

O evento que teve participação de atletas de Catu e região, foi o primeiro de vários que serão realizados em outras cidades. É o que ressaltou Emílio Santos Nascimento, Presidente da Federação de Jiu Jitsu do Estado de Sergipe, “a intenção era uma confraternização interna entre os nossos atletas, da equipe atos, depois  do trabalho de divulgação algumas equipes solicitaram  a participação,  outras equipes nós convidamos e virou esse grande evento. Com isso, já estamos articulando não só realizar outros desafios aqui, como em outras cidades, a pedidos de outras equipes, inclusive.”

 

As chuvas que caíram no momento do evento, não tiraram o brilho do desafio, e  nem afastou quem estava presente para prestigiar a noite da ‘faixa azul’. Foi o caso dos jovens estudantes Davison Pita(22), e Luan Augusto(21), “ eu nunca tinha assistido  evento de Jiu Jitsu, e mesmo com a chuva nós não poderíamos deixar de prestigiar. Tenho dois amigos que competem e me convidaram. Fora que eu considero o esporte um importante instrumento de ressocialização e formação do jovem”, pontuou Luan.

 

A estrutura montada no interior do ginásio esportivo, não deixou nada a desejar para a dos eventos realizados em outros estados do Sudeste. Tudo feito com ajuda de uma série de patrocinadores, mas principalmente, de uma equipe coesa que auxiliou na organização.

Leonardo de Menezes Vasques, aluno do CT PássaroX que fez parte da equipe organizadora, destacou: “ fico feliz por fazer parte da família Pássarox, e espero cada dia estar mais envolvido com essa equipe e treinando, competindo, porque são pessoas guerreiras, principalmente Sensei Douglas Pinto e seu pai Bebeto. Só estar junto deles, para mim já é um privilégio. ”

 

 

 

O sensei Douglas Pinto, responsável pelo Centro de Treinamento Passarox , pontuou: “ apesar da chuva, foi muito boa a presença da população, que veio e doou os alimentos que serão levados para família carentes. Estou muito feliz com cada um que se envolveu, parceiro, cada professor e atleta. Também ao secretário de Esportes Adonay Silva, ao Clube CEPE,  ao Catu Acontece, a Isis Pessoa  e a Prefeitura Municipal de Catu, que tornaram possível a realização do evento. Tenho certeza que muitos virão e maiores ainda.”

 

 

 

 

Fotos Magno Vinícius , Donaire Verçosa e Thiago Lima

Donaire Verçosa

Dir. Jornalismo do Site Catu Acontece. Graduada e de família Catuense! Prezo pelo jornalismo imparcial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Catu Acontece - A Sua Revista Eletronica
2017 - 2019