‘Carnaval só poderá ocorrer com a população vacinada’, afirma Bruno Reis

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), evitou dar certeza sobre um possível cancelamento do Carnaval da cidade em 2021. Após o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (DEM), afirmar que seria “impossível” fazer o carnaval carioca em julho, Bruno adotou cautela mas admitiu que com a improbabilidade de se cumprir a imunização até o meio do ano, a festa tem poucas chances de acontecer.

“Eu prefiro ser mais conservador nesse caso [de cancelar o Carnaval]. Mas não tenha dúvidas de que o Carnaval só poderá ocorrer após os 3 milhões de moradores de Salvador serem vacinados. Diante do cenário que hoje está colocado, de cronograma para fornecimento da vacina, da dificuldade de aquisição da vacina, será fácil imunizar todo mundo até o mês de junho para que a gente pudesse organizar e realizar o Carnaval? Não”, afirmou.

O prefeito faltou sobre a possibilidade de empurrar o Carnaval fora de época um pouco mais no calendário, citando o mês de outubro, mas deixou claro que independente do momento em que for ocorrer, a folia só será realizada em caso de avanço no plano de imunização.

“A tendência é que não ocorra em julho. Pode ser que ocorra em outubro ou que não tenhamos condições de realizar esse ano. Só será possível se tivermos as pessoas vacinadas. Estamos em um dos países mais eficientes do mundo em vacinação, mas para isso precisamos ter vacinas disponíveis”.

Fonte: A Tarde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Catu Acontece - A Sua Revista Eletronica
2017 - 2019