Saúde

Câncer inguinal: conheça doença que matou Anderson Leonardo, do Molejo

Cantor lutava contra o câncer inguinal desde 2022. No último domingo (24/3), foi internado em estado grave em um hospital do RJ antes de vir a óbito.

O cantor Anderson Leonardo, vocalista da banda de pagode Molejo, morreu aos 51 anos nesta sexta-feira (26/4). Ele foi vítima de um câncer inguinal, doença com a qual lutava desde 2022.

O tumor de Anderson Leonardo era de um tipo raro e estava em fase metastática, já tendo se espalhado pela região da virilha, pênis e ânus. “O nome inguinal é um nome geral dado a tumores nesta região e que costumam atingir vários órgãos”, explicou o oncologista Daniel Vargas, da Oncoclínicas Brasília.

Em geral, os tumores inguinais não apresentam sintomas em seus estágios iniciais. Os cânceres deste tipo só começam a ser percebidos quando surgem feridas na região ou dores na hora de evacuar, urinar e ter relações sexuais.

“Esses tipos de tumores que crescem na região inguinal causam sintomas no local e, algumas vezes, podem causar inchaços nas pernas, em decorrência da dificuldade da drenagem de líquido da região, que fica bloqueada pelo tumor”, completa o médico.

O histórico de saúde de Anderson


Anderson diz que notou o tumor a partir de inchaços na região dos testículos, que eram incômodos e que ele descreveu como vergonhosos. Ele tornou seu diagnóstico público em outubro de 2022, quando já estava em tratamento.

Em janeiro de 2023, o cantor declarou que estava sem sinais de tumor no corpo e que o tratamento estava funcionando, mas, em maio de 2023, voltou a sentir sintomas. Desde então ele esteve em tratamento, com múltiplas internações.

Corpo de Anderson Leonardo será velado neste domingo no Rio

O velório do cantor e compositor Anderson Leonardo, será neste domingo (28), das 10h às 15h30, na capela 9, do Cemitério Parque Jardim da Saudade, no bairro da Sulacap, zona oeste do Rio de Janeiro.

O artista era dono de umas das vozes mais conhecidas e animadas do pagode, principalmente na década de 90. O timbre se misturava com risadas que acompanhavam o cantor em apresentações e entrevistas. Fez sucesso com músicas como Cilada, Brincadeira de Criança e Dança da Vassoura.

Em 2016, para celebrar os mais de 30 anos de carreira, o grupo lançou o álbum Molejo Club, apostando na modernização de suas músicas, ao mesmo tempo em que mantinha o repertório clássico de alto-astral.

***Reedição de Donaire Verçosa com Informações do Metrópoles e da Agência Brasil.

Redação

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com