Clássico paulista entre Corinthians e Palmeiras é marcado por arbitragem polêmica

Em comemoração aos 100 anos do clássico, Corinthians e Palmeiras ainda tentam deslanchar na temporada. Pelo Baianão, Flu de Feira e Bahia ficam no empate. 

O árbitro Thiago Duarte Peixoto no momento que expulsa o volante Gabriel – Foto e Destaque: UOL/Esporte

O clássico paulista de maior rivalidade teve de tudo em sua data de comemoração pelos 100 anos do derby. Com as duas equipes ainda sem convencer neste início de temporada, Corinthians e Palmeiras fizeram um clássico em que a vontade e a determinação tática foram mais determinantes.

Um primeiro tempo bem parelho. As equipes comandadas com Fábio Carille e Eduardo Baptista ainda tentam embalar na temporada e fazer com que o torcedor esqueça de vez os antigos comandantes. Com propostas de jogo bem parecidas, o primeiro tempo ficou marcada por uma lambança feita pelo árbitro do jogo, Thiago Duarte Peixoto. Aos 45 minutos da etapa inicial, em contra-ataque do Palmeiras, Maycon puxa Keno no meio de campo. O juiz se confunde e dá o segundo amarelo para o volante Gabriel, do Corinthians, que sequer participou da jogada, sendo expulso.

Na etapa complementar, a proposta das duas equipes mudou. Enquanto o Palmeiras, com um jogador a mais, partia para cima do Corinthians, o time do Parque São Jorge jogava mais fechado, apostando nos contra-ataques. E a tática deu certo. Aos 42 minutos, após bola rebatida da defesa corinthiana, Guerra tenta proteger a bola, perde para Maycon, que avança e toca para Jô definir a partida. Se por um lado a vitória dá um pouco de tranquilidade ao time de Fábio Carille, a pressão aumenta pelo lado do time palmeirense.

Bahia joga mal e empata com o Fluminense de Feira

Jogadores comemoram o gol tricolor. Foto: EC Bahia

Pela 6ª rodada do Campeonato Baiano, o Fluminense de Feira e Bahia disputavam a liderança do campeonato.  Com cada com dez pontos, quem vencesse a partida assumiria a ponta da tabela e ficaria na torcida por um tropeço do Vitória. No entanto, o desempenho da partida não refletiu a realidade da tabela. As duas equipes jogaram mal e valeu o sacrifício do time do interior para empatar a partida aos 50 minutos do segundo tempo.  O lateral Éder abriu o placar para o tricolor, e o volante Rogério empatou para o Flu de Feira. O Bahia volta a jogar no sábado, pela Copa do Brasil, às 16h30, contra o Paraná. Já o Fluminense so volta a jogar no dia 5, contra o Juazeirense, pelo 7ª rodada do Baianão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Catu Acontece - A Sua Revista Eletronica
2017 - 2019